Como encarar a perda de um pet

July 14, 2017

É importante que o dono do animal de estimação possa expor sua dor e tenha o apoio psicológico necessário para enfrentar o luto

 

 

 

O setor Pet cresce exponencialmente. A cada dia, surge uma novidade para os animais de estimação. São roupas, fraldas, acessórios, camas, brinquedos, sorvetes, rações diferentes, etc. Tudo para deixá-los mais bonitos, confortáveis e bem servidos.

 

Em muitos casos, o animal de estimação faz parte da família, sendo tratado como um filho. Hoje, já existe até a guarda compartilhada, tal o grau de envolvimento emocional reconhecido pelo judiciário. 

 

Mas a relação entre pessoas e animais não é feita só do lado “bonito” e agradável. Precisa-se levar em conta outros aspectos, como o adoecimento e a perda do animal. Isso causa sofrimento e a dificuldade dos envolvidos em lidar com o luto.

 

Olhando para o tempo de vida dos animais, sabe-se que, infelizmente, eles têm um período muito curto e as famílias enfrentam com dor estas perdas. São sofridas, difíceis de serem enfrentadas. Em algumas pessoas causam adoecimento físico e emocional, podendo até mesmo desenvolver um quadro de depressão, devido à falta de reconhecimento desse sofrimento e o fato de o indivíduo guardar para si a dor que está sentindo.

 

É uma questão de saúde fazer uma reflexão sobre este sofrimento, qual o papel deste animal em sua vida e o significado desta perda. A partir do momento em que o olhar se volta para o ser humano, para sua dor e intensidade, se torna mais fácil a compreensão e abre-se a possibilidade de ajudar o dono ou tutor do animal sem julgamentos ou censura.

 

O APOIAR, serviço de suporte psicológico da Mental Clean também é voltado para os donos de animais diante de um diagnóstico ruim ou durante o período de internação; nos casos graves, é trabalhado o luto antecipatório, possibilitando a vivência de maneira mais saudável, evitando o adoecimento. É oferecido também suporte psicológico após a morte do animal, para ressignificar este momento de perda.

 

Não sofra sozinho! Busque ajuda especializada!

 

 

Fátima Macedo

Diretora Geral

 e Patricia de Souza

Psicóloga Especialista

 

Please reload

Posts em destaque
Posts recentes
Please reload

Entrevista com Fátima Macedo: Saúde Emocional – um autocuidado para a vida

26 May 2020

1/3
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Mental Clean
  • Twitter ícone social
  • Pinterest ícone social

© 2018 Mental Clean