Isolamento físico sim, mas emocional, não!

Isolamento físico sim, mas emocional, não!

 

 

Em meio a Pandemia do Coronavírus, a principal recomendação e estratégia para frear a disseminação do vírus é o isolamento social. Com isso, as escolas suspenderam as aulas e a grande parte das empresas adotou o home office como forma de proteção. Mas o que fazer quando a família deve ficar em isolamento social, cumprir com as demandas de trabalho e ainda acolher as dúvidas e oferecer atividades às crianças?


Conversem, acolham e orientem os membros da família:


É importante falar sobre as expectativas do isolamento, as restrições, possíveis conflitos e empecilhos, além de elaborar estratégias e definir papéis de cada membro neste momento.
 

E as crianças?

 

Elas ainda não têm maturidade para compreender a Pandemia. O que escutam é que: há um vírus por aí que mata pessoas, principalmente os mais velhos (que são os seus avós). Então, não fiquem assistindo noticiários junto com seus filhos pequenos, pois eles podem ficar muito assustados com tantas informações sobre o que está acontecendo. É esperado que as crianças se sintam angustiadas, ansiosas e confusas e é necessário que os pais expliquem sobre o que está acontecendo de forma cuidadosa e adequada à cada idade, para que elas se sintam mais seguras.


É fundamental estabelecer rotinas e tarefas:


É importante atribuir tarefas para cada membro da família, com o objetivo de evitar a frustração e tédio. A rotina dá a sensação de segurança e controle, auxiliando nesse período delicado. Se está em home office, tenha horário de almoço e estabeleça início e término das atividades. Defina um local da casa para trabalhar. Para as crianças, a mesma coisa: incentive que realizem as atividades propostas pela escola e intercale com atividades de artesanato e jogos; esse é um bom momento para resgatar algumas brincadeiras da sua época, não acha?!


Mantenha-se ativo:


Sabemos que a atividade física é de extrema importância para a nossa qualidade de vida e saúde emocional; não seria diferente neste período de isolamento! Há aplicativos com planos de atividades físicas, inclusive para crianças como o 8fit e Neou.


O isolamento deve ser físico, não literal:


Não deixe de se conectar com os familiares e colegas, use as redes sociais a seu favor nesse momento! Reserve um tempo do seu dia para enviar mensagens e se conectar com as pessoas que gosta: faça chamadas de vídeo, ligações e envie áudios. A distância e o isolamento devem ser físicos, mas ainda é possível estar presente na vida das pessoas.
 

Não se esqueça de respeitar o espaço de cada membro da família! Cada pessoa tinha uma rotina individual, não faziam tudo junto a todo momento. Portanto, será necessário respeitar o tempo de cada um nessa adaptação. Pense nas atividades que podem fazer individualmente e em família.


O mesmo deve ser feito em relação as pessoas que estão nos grupos de risco, tome os devidos cuidados para não colocá-los em perigo, mas não deixe de entrar em contato (online) com eles! Use e abuse das ferramentas e benefícios da tecnologia a favor do bem-estar da sua família nesse momento!


Queremos que a crise do Coronavírus não demore a passar, mas enquanto isso, precisamos cuidar de nossa saúde física e emocional, fazer algumas adaptações em nossa rotina e coloca em prática essas dicas, para que esse período seja vivido da maneira mais saudável possível!

 

 


 

Please reload

Posts em destaque
Posts recentes
Please reload

Entrevista com Fátima Macedo: Saúde Emocional – um autocuidado para a vida

26 May 2020

1/3
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Mental Clean
  • Twitter ícone social
  • Pinterest ícone social

© 2018 Mental Clean