A nossa vital Saúde Emocional

A nossa vital Saúde Emocional

July 1, 2020

 

 

Que essa pandemia vai passar não temos dúvidas, mas a incerteza de não sabermos quando, aliada às profundas transformações sociais e econômicas que estão ocorrendo mundialmente, são responsáveis pelo aumento descomunal do nível de ansiedade da população.

 

            Um estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, (UERJ), entre os dias 20 de março e 20 de abril, com 1.460 pessoas pelo Brasil, divulgado pela revista científica The Lancet, revelou que os casos de Ansiedade e Estresse dobraram desde o início desse ciclo, enquanto os de Depressão aumentaram 90%.

 

            Por ocasião da Live Especial Saúde Mental, organizada pela Rede Mulher Empreendedora, dia 10 de junho, transmitida pelo canal do YouTube, a psicóloga e CEO da Mental Clean Fátima Macedo enfatizou que as pessoas que já não se encontravam bem emocionalmente antes desse período, rapidamente tiveram uma piora, com crises de ansiedade e ideações suicidas.

 

            Ainda segundo o estudo, mulheres são mais propensas a desenvolver Ansiedade e Depressão durante a quarentena, pelo fato de se sentirem sobrecarregadas com o acúmulo do trabalho remoto, das tarefas domésticas e dos cuidados com os filhos.

 

            “Estamos vivendo todos os papéis sociais no mesmo lugar e isso tem um preço, o que pode levar à exaustão mental com mais facilidade O cérebro precisa de separações (de espaços, de funções) para mudar o foco e entender o ciclo de cada papel que desempenhamos e sua função no dia a dia”, explicou Fátima.

 

            Com relação a quem não está bem, reconhecer e validar o sentimento da pessoa que está passando por esse processo é fundamental, observou a psicóloga. “Por ter se tornado um termo relativamente popular, o conceito da Depressão também acabou sendo banalizado”, disse.

 

            Fátima Macedo pontua que estar triste neste momento é completamente normal.  “Ajudar as pessoas a perceberem como estão é muito importante e pode e deve ser feito por quem está próximo! O ‘olhar para o outro’ precisa ser ampliado para promover mudanças”, ressaltou a especialista.

 

            Em um cenário caótico e impactante como esse, uma percepção atenta aos cuidados com a Saúde Emocional pode fazer toda diferença. “É um período de sofrimento, por tudo o que está acontecendo, mas é também uma etapa de possibilidades, de autoconhecimento, de repensar a vida que se está levando e a que se almeja. É um tempo de refletir sobre si mesmo, sobre os relacionamentos e sobre o trabalho. É preciso calma interna para observar”, pontuou a psicóloga.

 

            Tão importante quanto se alimentar, cuidar da mente é buscar energia vital que proporciona equilíbrio físico e emocional. E para quem não sabe, existe até uma “Caixinha de Primeiros Socorros Emocionais” que todos nós possuímos dentro de nós – assim definiu Fatima Macedo, ao mencionar o projeto da Mental Clean.

 

            “É uma ‘caixinha imaginária’ que contém aquilo que nos faz bem e nos é essencial. Essa é a hora de olhar para esse símbolo, negociar e adaptar coisas das quais gostamos para ‘o agora’, atitudes, escolhas e atividades que irão nos fazer bem”, exemplificou Fátima. 

 

            A CEO de Mental Clean enfatiza que a psicoterapia, por exemplo, é uma ferramenta imprescindível para esse momento. “Todos deveriam tentar pelo menos uma vez na vida, pois o autoconhecimento é muito importante sempre e, mais ainda, agora”.

 

            A circunstância é de calma, reflexão, empatia e solidariedade, pois essa experiência já está afetando a todos indiscriminadamente. “De uma forma ou de outra, muitos sairão com marcas e feridas abertas, há os que perderam empregos ou pessoas queridas.

 

            Não se deve ignorar essas cicatrizes. Por isso, cuidar da Saúde Mental é imprescindível! Aproveite a situação para fazer coisas que antes não faria, procure o que é diferente, esta é uma grande oportunidade para se descobrir. Olhe para o seu “eu interior” e descubra-se”, concluiu Fátima Macedo.

 

Abasteça a sua “Caixinha de Primeiros Socorros Emocionais” com essas preciosas dicas:

 

  1. Busque o Autoconhecimento!

    Você pode se conhecer mais de diversas formas, porém uma das maneiras que mais vai te ajudar é um bom processo psicoterapêutico!
     

  2. Faça uma “Faxina Mental!

    Para termos uma atitude mais positiva na vida é preciso “limpar” o que chamamos de “lixo mental”, que é capaz de nos atrapalhar e nos limitar, como críticas, julgamentos, pensamentos de inferioridade, autoestima muito baixa, inveja que nos corrói ou aquele comportamento reativo.
     

  3. Pratique Meditação 

    Cada um pode descobrir sua maneira de meditar! No Youtube há vários canais de Meditação Guiada, como também há vários aplicativos interessantes! Encontre o método que mais faz sentido para você e treine diariamente minutos. Você verá que com o tempo essa prática fará parte da sua vida e vai fazer toda a diferença!
     

  4. Gratidão

    Uma das atitudes que mais renovam a nossa energia é a gratidão, um sentimento que surge quando percebemos que a vida nos sorri nos pequenos e grandes detalhes. E nada melhor do que começar o dia agradecendo!

 

 

Please reload

Posts em destaque
Posts recentes
Please reload

Entrevista com Fátima Macedo: Saúde Emocional – um autocuidado para a vida

26 May 2020

1/3
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Mental Clean
  • Twitter ícone social
  • Pinterest ícone social

© 2018 Mental Clean