Como está o sono dos seus colaboradores?


Uma boa e revigorante noite de sono é fundamental para o equilíbrio da nossa saúde. Quem já não passou pelo desafio de ter que enfrentar o ‘day after’ após uma noite mal dormida, tentando manter-se bem e produtivo nas rotinas de casa e do trabalho?


O sono é extremamente importante inclusive para a manutenção da nossa Saúde Mental. Pois quando dormimos é que o cérebro reorganiza todas as informações registradas ao longo do dia.


“Enquanto dormimos nosso corpo se recupera física e emocionalmente e se prepara para o dia seguinte. O sono é importante para economizar energia, fazer a manutenção do corpo e para consolidar a memória”, explica a Psicóloga e Especialista em Sono da Mental Clean, Andrea Luz.


Mas afinal, qual é o ideal de uma ‘boa noite’ de sono?


Segundo a Associação Brasileira do Sono, 21% dos adultos dormem menos de seis horas por dia. Especialistas recomendam que, para dormir bem, uma pessoa precisa de 7 a 8 horas de sono por noite. Porém, essa necessidade pode variar de acordo com as características individuais, que levam em consideração ritmo biológico, idade e estilos de vida.


“Por exemplo: para bebês, crianças, jovens, adultos e idosos as necessidades de tempo de sono são diferentes. Assim como para pessoas matutinas, aquelas que dormem e acordam cedo, e as vespertinas, que dormem e acordam tarde”, pontua a especialista.


Quando não dormimos o suficiente, os prejuízos vão além de mal humor e sonolência no dia seguinte e são acompanhados por sintomas como lapsos de memória, falta de atenção e foco, dores de cabeça e no corpo e sensação de fadiga.


Em situações crônicas de privação de sono, as consequências podem ser danosas ao organismo, sendo um gatilho para o desenvolvimento de doenças metabólicas, câncer, perda da libido, problemas cardíacos, gastrointestinal, Depressão e Estresse.


Distúrbios do sono


A especialista da Mental Clean explica ainda que há vários distúrbios que podem comprometer o período e a qualidade do sono, causando interrupções constantes e impossibilitando que o indivíduo durma o suficiente para se sentir bem e alerta no dia seguinte. Entre os mais comuns estão: Apneia Obstrutiva (ronco), Síndrome das Pernas Inquietas, Bruxismo, Insônia, Narcolepsia, Sonambulismo, Terror Noturno, entre outros.


“Os problemas e distúrbios do sono devem sempre ser avaliados e acompanhados por um médico especialista e, em alguns casos, pode ser necessário um acompanhamento multidisciplinar”, alerta Andrea Luz.


Fatores que podem interferir na qualidade do sono


É possível melhorar a qualidade do sono a partir de mudanças de hábitos, incorporando práticas mais saudáveis em nossas rotinas.

Elencamos algumas dicas simples e fáceis de serem aplicadas no dia a dia e que podem te ajudar a ter uma noite de sono mais tranquila e repousante.


Tenha uma rotina diurna:

  • Delimite horários para a realização de atividades pessoais, com a família, home office, lazer, alimentação entre outras.

  • Estabeleça horários para as refeições principais e intermediárias, as principais coletivamente, sempre que possível.

  • Deixe a luz natural entrar, abra janelas, se possível fique à luz natural, para manter a produção de vitaminas essenciais à saúde.

  • Tenha um momento seu, utilizando esse tempo para o autocuidado, manutenção da saúde física e mental.

  • Cultive os momentos com a família e utilize as redes de apoio social, para conversar com os amigos ou familiares distantes.

Tenha uma rotina noturna:

  • Deite-se somente quando estiver com sono, não fique “rolando” na cama, levante e faça algo relaxante até o sono voltar, utilize uma luz baixa para uma leitura evitando a luz branca ou azul.

  • Mantenha horários regulares para dormir e acordar, mesmo aos finais de semana.

  • Não fique exposto a telas e luz intensas pelo menos 2 horas antes de dormir.

  • Procure escurecer o ambiente da casa perto do horário de dormir.

  • Faça exercícios de meditação e respiração ao menos 2 horas antes do horário de dormir.

  • Se tirar cochilos diurnos, não ultrapasse 1 hora, inclusive aos finais de semana.

  • Tente não levar problemas para a hora de dormir (busque auxílio profissional qualificado).

  • Evite alimentação pesada próximo ao horário de dormir.

  • Evite o uso de bebida alcoólica e outras que contenham cafeína, como café, chá preto, chá mate, chá verde, próximo ao horário de dormir.

  • Pratique atividade física até, pelo menos, entre 2h a 3h antes de dormir.

  • Evite uso de medicamentos para dormir sem prescrição médica.


Como a falta de sono pode impactar no ambiente de trabalho


Sonolência ao longo do dia, falta de concentração e foco, resultantes de uma noite mal dormida, impactam na queda da produtividade dos colaboradores.


“Ao dormir menos há uma redução da capacidade mental, o que, consequentemente, faz com que o profissional encontre dificuldades para tomada de decisões e resolução de problemas”, explica a especialista da Mental Clean.


Os distúrbios e doenças decorrentes das situações crônicas de privação do sono, podem, até mesmo, incapacitar o profissional causando um aumento nos afastamentos de trabalho.


Nesse contexto, é importante que os líderes e gestores estejam atentos aos sinais que indiquem que seus colaboradores possam estar enfrentando problemas relacionados ao sono, bem como promover estratégias de apoio e acolhimento para as situações identificadas e também de prevenção.


“É importante que o líder estabeleça diálogos e espaços de fala com seus colaboradores, para que eles se sintam confiantes e seguros em expressar suas emoções, e, caso sintam necessidade, possam pedir ajuda”, diz Andrea Luz.


As empresas podem atuar preventivamente com a implantação de programas de Bem-Estar e Qualidade de Vida, que incentivem práticas e hábitos saudáveis, como atividades físicas, e que também ofereça aos seus funcionários uma rede de apoio que contemple apoio psicológico, financeiro e jurídico, entre outros.


Há quem pense que dormir bem é um “luxo” ou até mesmo “perda de tempo”. A grande verdade é que uma noite bem dormida conta muitos pontos quando o que almejamos é viver mais, com saúde e bem-estar.


Agora você já sabe, cuidar do sono é um investimento para o seu futuro!


Não perca mais uma noite de sono, comece agora!




Posts em destaque
Posts recentes