Conheça o poder das Pausas Ativas para a qualidade da sua vida e do seu trabalho


Foi-se o tempo em que para trabalhar a pessoa precisava ficar horas concentrada em algo, sem levantar-se para praticamente nada, em prol de um bom resultado ou de simplesmente terminar uma tarefa. E com a chegada da pandemia, que ajudou a acelerar o processo de migração dos escritórios para o home office, isso ficou ainda mais evidente.


Muitos profissionais e empresas estão percebendo que realizar algumas pequenas pausas ativas, por mais curtas que sejam, podem tornar o tempo mais produtivo, rentável e saudável do que ficar horas ininterruptas em uma só atividade.


Mas você sabe como funciona a Pausa Ativa? Basicamente trata-se de pequenos intervalos realizados durante o período de trabalho. Ou seja, a cada 2 horas, a pessoa interrompe suas tarefas para realizar uma pausa de 3 a 5 minutos, que pode ser por exemplo: meditação, alongamento ou exercícios específicos para a coluna e articulações.

O mais recompensador para a saúde é que a cada atividade o corpo libera hormônios que proporcionam uma sensação de bem-estar, ao ponto da retomada ao trabalho ser realizada com mais foco e concentração por parte do profissional.


É claro que essa cultura organizacional ainda é novidade para muitas empresas, mas o aumento dos adoecimentos emocionais, advindos não só da pandemia, mas de velhos hábitos, tem feito com que muitas pessoas em todo o mundo repensem sua maneira de trabalhar.


Um estudo encomendado pela empresa Fellowes Brands – que produz itens de escritórios e soluções de bem-estar no espaço de trabalho –, realizado por pesquisadores do Reino Unido em 2019, já comprovava que de 3 mil trabalhadores analisados, que vivem na França, Alemanha e Reino Unido, ao menos metade sofriam com dores nos olhos, enquanto 48% possuíam dores nas costas e/ou dor de cabeça frequentemente.


Além disso, esses estudiosos criaram o projeto The Work Colleague of The Future (o colega de trabalho do futuro, em tradução livre), que na prática se tratava da escultura de uma funcionária chamada Emma, que foi criada a partir dos resultados obtidos em estudos.


Emma destaca-se por ter uma corcunda na coluna muito acentuada, que eleva sua cabeça para frente, em função das muitas horas diárias de trabalho, sentada em frente ao computador, de maneira incorreta e exaustiva.


A escultura foi nomeada como a “funcionária padrão” de 2021 e representou o comportamento das pessoas nos escritórios, desde aquela época.


Ou seja, os pesquisadores britânicos retrataram as evidentes consequências que anos de má postura corporal, sedentarismo ou Saúde Mental negligenciada podem deixar na vida de uma pessoa, se ela não cuidar do seu bem-estar físico e emocional.


Então, para que o número de pessoas como Emma não aumente ainda mais, que tal refletir sobre os cuidados que você está tendo com a sua saúde integral, principalmente no trabalho?


De acordo com Daniel Sandy, mestre em Ciência da Motricidade Humana e diretor da Laboral Ativa, Consultoria de Atividade Física Ocupacional, cada ativação sugerida e realizada por uma pessoa, faz com que ela adquira maior disposição, melhore a qualidade do seu sono, reduza as tensões musculares ou o estresse, gerencie melhor sua rotina de trabalho e produza tudo aquilo que precisar durante o dia, com mais qualidade e leveza.


“Ao todo são recomendadas cinco pausas ativas por dia, através de um aplicativo, que tem como objetivo reduzir os riscos emocionais relacionados ao trabalho, evitar sobrecargas mentais decorrentes do estresse e o sedentarismo. Os resultados são perceptíveis já nas primeiras atividades, como por exemplo, o aumento visível na disposição e produtividade”, defende Sandy.


Inclusive a Mental Clean desenvolveu o Programa Rotina Mental Ativa, com Pausas Ativas para os seus profissionais e clientes, e tem observado uma série de benefícios após a implantação.


Essa preocupação com a saúde dos colaboradores das empresas também ocorre em outros países. No mês passado a agência da União Europeia, voltada para a Segurança e Saúde no Trabalho, publicou em suas redes sociais um artigo alertando os funcionários dos escritórios sobre o perigo de se manterem “presos em uma mesa”.


No texto do post, a instituição recomendava alguns hábitos saudáveis como: “Sente-se menos e mova-se mais. Há muitas maneiras de se manter mais ativo e saudável. Do sentar-se ao manter-se de pé, é possível ser dinâmico, realizando pausas ativas ou caminhando, enquanto participa de uma reunião online.”


Portanto, a melhor forma de evitar alguns desconfortos físicos ou emocionais é cuidar do seu bem-estar e saúde, dentro do trabalho ou fora dele.


Pense nisso e escolha a pausa ativa que mais gostar. O que não faltam são caminhos, profissionais e dicas na internet para que você dê o primeiro passo para ter uma melhor qualidade de vida e bem-estar!

Posts em destaque
Posts recentes