Janeiro Branco: chega de reviver os velhos problemas de sempre


Às vezes a gente escuta de alguém muito próximo conselhos como: “calma”, “não se estresse tanto”, “deixa isso pra lá”. E ficamos nos perguntando: “ok, mas como eu faço isso?”


Sem dúvida o início do ano nos remete a novos planos, nem que sejam aqueles mais simples, como por exemplo programar as férias. Mas depois que tudo passa e retomamos à velha rotina, nos damos conta de que os nossos problemas emocionais continuam nos rondando.


Sem dúvida arejar a cabeça ou viajar são programas que fazem bem para a nossa saúde física, emocional e espiritual. Mas a questão é que essa descontração ou momentos de relaxamento deveriam nos acompanhar o ano todo e não somente em determinados meses da agenda.


Isso porque quando você se diverte, fazendo o que gosta, mesmo que seja de forma simples e em pequenos momentos do dia, o seu corpo libera uma grande quantidade de hormônios do prazer que ajudam a sua saúde como um todo.


Porém, quando você faz exatamente o contrário, ligando o “botão do automático” e acumulando os velhos problemas de sempre, como por exemplo, questões difíceis de relacionamento no trabalho, na família ou com você mesmo, o seu organismo também se ressente e passa a te dar sinais de dores e incômodos.


Então, para evitar que em 2022 os velhos problemas se repitam, que tal aproveitar esse período mais leve de reflexão e planos para se “desintoxicar” de tudo que não te faz bem?


Essa é a proposta da Campanha Janeiro Branco, criada em 2014 por psicólogos de todo o Brasil, preocupados com o índice cada vez maior de sofrimento emocional.


A campanha tem como objetivo promover a cultura do autocuidado com a Saúde Mental. E isso tem se tornado imprescindível, principalmente após a chegada de novas variantes do Coronavírus.


Mas o que seriam esses cuidados na prática? Livrar-se dos sentimentos ruins, que não te servem mais, pode ser um bom começo.


Sabe aquelas roupas velhas, que há tempos estão no seu guarda-roupa, até que um dia, QUE PODE SER HOJE, você decide livrar-se delas para desocupar os espaços ou colocar novas peças?


Então, traçando um paralelo, as roupas que não te servem mais poderiam ser substituídas por pensamentos como: inveja, mágoa, raiva, críticas infundadas, julgamentos, pensamentos de inferioridade, autoestima muito baixa ou comportamentos reativos que não levam a nada.


Tudo isso quando é acumulado acaba afetando a sua Saúde Mental, repercutindo em doenças psicossomáticas como: a enxaqueca, gastrite, dores intestinais; Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG); Síndrome do Pânico; Burnout, entre outros problemas físicos e emocionais.


Por isso é tão importante falarmos sobre esse assunto e aproveitarmos o Ano Novo para incluirmos em nossa lista de planos, os cuidados com a nossa Saúde Emocional, bem-estar e qualidade de vida.


Assim, quem sabe essa sensação boa que costumamos ter quando saímos de férias possa se manter durante todo o ano? Já imaginou?


E por onde você pode começar? Por pequenas atitudes como:


- Evitar relações tóxicas com pessoas que te colocam para baixo ou não te agregam sequer boas risadas;


- Procurar ter momentos do dia para fazer algo que te faça bem, como ler um livro, se alongar ou escutar uma música que te ajude a extravasar os sentimentos alegres ou tristes, que precisam ser colocados para fora;


- Respirar pausadamente com mais frequência. Acredite! Esta prática, quando se torna um hábito, faz milagres naqueles momentos inesperados de estresse;


- Procurar estar perto das pessoas que gosta, não importa se esse contato for virtual. Inclusive aproveite para dizer a elas o quanto as ama. Este carinho certamente volta para você;


- Fazer uma atividade física que lhe dê prazer. Afinal, existem vários tipos (musculação, dança, natação, pilates). Portanto, nada de desculpas este ano, ok?


Ou seja, praticar uma ação que te faça bem, um pouco por dia, certamente vai fazer com que você prolongue por meses aquela sensação revigorante que sentimos no início de cada ano.


Então, que tal colocá-las em prática e depois contar pra gente como está sendo essa experiência aqui nos comentários?


Temos certeza de que essas dicas vão te ajudar a começar o ano com a mente mais leve.


Pense nisso!

Posts em destaque
Posts recentes