Outubro Rosa: autocuidado que acolhe e salva

October 1, 2020

 

Você já deve ter ouvido falar que a prevenção é sempre o melhor remédio!

 

O câncer de mama, doença causada pela multiplicação desordenada das células, pode ser detectado precocemente, quando as chances de cura são promissoras.

 

A campanha Outubro Rosa, uma iniciativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA) e Ministério da Saúde, tem o objetivo de informar e engajar a sociedade – pessoas, organizações e empresas –, em prol da prevenção e controle ao câncer de mama, baseada em três pilares estratégicos: prevenção primária, detecção precoce e mamografia.

 

De acordo com o INCA, são estimados 66 mil novos casos de câncer de mama em 2020, é o segundo tipo que mais acomete as mulheres no Brasil, representando um total de 29% de todos os cânceres.

 

A mulher e o autocuidado

 

Se culturalmente, por gerações e gerações, a mulher carrega o ‘dever’ de ter que cuidar primeiro dos outros, da família principalmente, e por último de si mesma, esse fato se acentuou nesse período de pandemia.

 

“Mesmo inconscientemente, a mulher ainda enfrenta muitos conflitos internos. Ela acaba usando o seu tempo para ‘dar conta’ dos seus múltiplos papeis. E, muitas vezes, o cuidado com a saúde acaba ficando em último plano”, explica Patrícia França Proença, Psicóloga e especialista da Mental Clean.

 

A consequência desse comportamento se traduz em um sentimento de culpa. “Essa mulher que acha que ‘tem que dar conta de tudo’, no fundo sabe que isso é impossível e então vem a frustração. Ela também tem consciência de que precisa cuidar da sua saúde física e mental, e muitas vezes não consegue”, pontua a Psicóloga.

 

Quando falamos de autocuidado, nos referimos a um conjunto de comportamentos e atitudes que tomamos em nosso próprio benefício, em prol da nossa saúde física, mental e emocional.

 

“O cuidado a nós mesmas está diretamente ligado à relação de entendimento que temos sobre nossas necessidades e preferências”, afirma Patrícia.

 

Nesse sentido, muitas condutas podem ser consideradas como um zelo por você mesma. Trata-se de um exercício diário de carinho com a nossa vida!

 

Um bom termômetro para que você avalie o seu autocuidado é respondendo a si própria a essas questões:

 

  • Você tem cuidado da qualidade do seu descanso?

  • As necessidades dos outros são mais importantes que as suas?

  • Você adia o enfrentamento de questões que precisam de solução?

  • Você sabe o que te agrada ou desagrada?

  • Você cuida da sua saúde e está com os exames periódicos em dia?

 

Mas atenção: autocuidado não é sinônimo de “ter que estar bem o tempo todo”!

 

“Então, não se cobre quanto a isso, não estaremos bem 24 horas por dia, mas podemos reagir naturalmente e com sinceridade tanto às situações calmas, quanto às conflitantes”, pontua a especialista da Mental Clean.

 

Por isso, campanhas informativas como o Outubro Rosa são de extrema importância, para alertar às mulheres sobre a necessidade do autocuidado, bem como orientar e oferecer suporte emocional.

 

Nesse processo, as empresas também podem e devem participar oferecendo apoio às suas colaboradoras.

 

A Mental Clean – Consultoria especializada em Saúde Mental no Trabalho e do Trabalhador –, tem programas especialmente voltados para o Outubro Rosa, são Palestras, Lives e Rodas de Conversas que abordam a Saúde Integral da Mulher.

 

“É preciso estar bem emocionalmente para vencer o câncer de mama, uma doença que impacta profundamente a vida de uma mulher. Portanto, além de todos os cuidados físicos, temos que acolher e tratar os sentimentos que afloram, como medo, angústia ou depressão”, enfatiza Patrícia França. 

 

Como prevenir?

 

O autocuidado na prevenção ao câncer de mama é fundamental, pois cerca de 30% dos casos podem ser evitados com adoção de hábitos saudáveis, como a prática de atividades físicas, alimentação balanceada e manutenção do peso, aliados ao controle e detecção precoce por meio de exames periódicos.

 

A mamografia é o exame mais eficaz recomendado para mulheres a partir de 40 anos, e deve ser feita anualmente. Essa estratégia de rastreamento ajuda a identificar o câncer antes mesmo que a paciente apresente os sintomas.

 

Também é recomendado que todas as mulheres façam o autoexame das mamas, pelo menos uma vez ao mês, preferencialmente no mesmo dia do mês, e percebem se há alguma alteração no período.

 

Porém, é preciso atenção máxima aos seguintes fatores de risco e que podem ser controlados: estar acima do peso, levar uma vida sedentária e tomar mais do que uma dose de bebida alcoólica por dia. O uso de terapia de reposição hormonal, quando indicada, deve ter acompanhamento médico.

 

Encontre um tempo para a prevenção, não deixe para quando ‘não der mais tempo’! 

 

Seja generosa consigo mesma, cuide-se, valorize-se e busque o seu bem-estar integral!

 

E lembre-se sempre que você pode procurar ajuda a qualquer momento!

Please reload

Posts em destaque
Posts recentes
Please reload

Entrevista com Fátima Macedo: Saúde Emocional – um autocuidado para a vida

26 May 2020

1/3
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Mental Clean
  • Twitter ícone social
  • Pinterest ícone social

© 2018 Mental Clean